Vinícola Guaspari – um passeio inesquecível!


Enoturismo / sexta-feira, abril 27th, 2018

 

Enoturismo – Vinícola Guaspari

Em janeiro deste ano, visitei a Guaspari, em Espírito Santo do Pinhal, no estado de São Paulo, a 200km da capital.

 

A região, que no passado era tradicionalmente cafeeira, revelou-se com um terroir favorável à cultura vitivinícola. Foi o que percebeu a família Guaspari ao instalar-se na antiga fazenda de café, localizada a 1300 metros acima do nível do mar.

 

Em 2006 foram plantadas as primeiras videiras. Em 2008 foram produzidas, de maneira ainda artesanal, as 30 primeiras garrafas.

 

A partir de então, foram implementadas novas tecnologias, trazidos especialistas e, em 2017, a Vinícola Guaspari já produziu 90 mil garrafas de vinhos de alta qualidade, premiados no Brasil e no exterior. A previsão para 2018 serão 100 mil garrafas.

 

A vinícola possui 12 micro terroirs chamados de “Vista”. Suas características são ideias à viticultura, pois estão em um altitude entre 1.000m e 1.300m, com noites frescas, ótima incidência de luz solar durante o dia e amplitude térmica entre 10º e 12 º, Além disso, o solo é seco, com boa drenagem e granítico.

 

As videiras são plantadas em espaldeiras unilaterais (para a esquerda ou direita), pois, desta forma, podem receber mais luz do sol. São mantidos poucos cachos, mas que haja poucas uvas e sua qualidade fique concentrada.

 

Vinhas em formato de espaldeira

 

Além disso, as uvas são colhidas de madrugada para que se mantenham seus açúcares e sabores.

 

Os vinhos são armazenados da seguinte forma:

 

Tanque inox – é neutro; nada passa para o vinho, mantendo seu caráter frutado. Esta técnica não confere muita longevidade nem estrutura ao vinho, tornando-o mais refrescante e para consumo imediato. Capacidade de 1000l.

 

Ovo de concreto – suas paredes porosas “respiram”; o vinho “conversa” com o ambiente. Como o formato de ovo não tem canto, não deposita material. Movimento de vórtex se auto homogeneizando, mantendo a mineralidade no vinho. Usado para vinhos brancos. capacidade de 1800l.

 

Barrica – é viva e precisa ser muito bem cuidada. A tosta da barrica dará sabor ao vinho. Normalmente é usada para os tintos, sendo que alguns brancos também passam por barrica. Capacidade de 225l (padrão Bordeaux).

 

Após, os vinhos ainda estagiam por mais 3 anos em cave, já dentro das garrafas, para depois serem rotular. Antes, eles são degustados para ver se o vinho está ideal e pronto para o mercado.

 

Ao término da visita, tivemos uma degustação de alguns rótulos, harmonizados com queijos da Serra da Canastra. Foram eles:

 

 

Vale da Pedra 2015 – Sauvignon Blanc

Aromas de frutas tropicais frescas, como abacaxi, maracujá e banana. Boa mineralidade.

14% álcool com ótima acidez. Vinho leve, ideal para entrada.

 

 

Vista do Lago 2015 – Chardonnay

Aromas de frutas tropicais maduras, como pêssego e pêra, além de baunilha, caramelo e mel.

Passou por 12 meses em barrica.

13% álcool, untuoso na boca, com boa acidez. 

 

 

Guaspari Rosé 2016 – Syrah

Aromas de frutas vermelhas frescas como morangos e framboesa.  

13% de álcool, boa acidez, refrescante e leve.

A casca fica de 3 a 4 horas em contato como mosto.

 

 

Vale da Pedra 2016 – Syrah

Passa por tanque inox mais barricas.

Aromas de madeira defumada, frutas vermelhas maduras, canela, cravo e pimenta.Ótima acidez e tanino. Vinho complexo, com final persistente.

 

Recomendo uma visita à Vinícola Guaspari. Bom passeio!

2 Replies to “Vinícola Guaspari – um passeio inesquecível!”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *